A ameaça da sobrepesca nos oceanos mundiais

Entenda como a exploração dos mares por meio da pesca industrial têm afetado o equilíbrio dos ecossistemas marinhos 

Quem imagina que o problema dos oceanos está todo ligado à poluição por plástico ou ao aquecimento global está bastante enganado. A verdade é que a sobrepesca nos oceanos mundiais é a verdadeira ameaça imediata, que deve ser combatida o quanto antes – sem desconsiderar os demais problemas ambientais, claro.  

Os cientistas já alertavam há muito tempo sobre uma catástrofe iminente devido à sobrepesca nos oceanos. Hoje, o problema já tomou enormes proporções, colocando em risco centenas de espécies marinhas. 

Entenda a sobrepesca

Saiba que a sobrepesca é fruto da pesca industrial, que consiste na captura de vida selvagem marinha com taxas demasiadamente elevadas, não permitindo a substituição das espécies. Ou seja, tiramos do mar mais do que a natureza consegue repor, criando um grande déficit ambiental. 

Para termos ideia, em 2003, um relatório científico estimava que a pesca industrial havia reduzido o número de grandes peixes oceânicos para apenas 10% da sua população pré-industrial. 

Hoje, em 2022, os números, sem dúvidas, ainda são alarmantes, apesar de esforços pontuais de preservação. 

Impactos da sobrepesca nos oceanos mundiais

A sobrepesca é a responsável por causar uma série de problemas ambientais, começando pela ameaça aos recifes de corais, que abrigam ⅓ das espécies marinhas.

A ameaça da sobrepesca nos oceanos mundiais

Os recifes de coral são particularmente vulneráveis à sobrepesca pelo fato de que os peixes retirados de forma irresponsável de seu habitat têm como função comer e limpar as plantas que mantêm este ecossistema em equilíbrio. 

Ou seja, as espécies que se alimentam de algas e outras plantas, mantendo, assim, o coral limpo e saudável, estão ameaçadas. Por consequência, os recifes de corais também correm sério perigo. 

Logo, é importante dizer que o enfraquecimento dos recifes de coral deixam esse ecossistema suscetível aos efeitos dos eventos climáticos extremos e das alterações climáticas. 

Além dos recifes de corais

A sobrepesca está longe de afetar somente os recifes e sua biodiversidade. A pesca desenfreada coloca em perigo muitos outros animais, por meio da captura acessória. 

Saiba que a captura acessória consiste na pesca de animais que não são alvo de barcos pesqueiros. Por exemplo, na pesca acessória, animais como tartarugas marinhas, golfinhos, aves, tubarões, entre outras espécies, acabam capturados, sendo mortos ou mutilados. 

Portanto, a sobrepesca coloca em perigo não apenas as espécies de recifes, mas também muitos outros animais, afetando o delicado equilíbrio ecológico dos oceanos. 

Sobrepesca nos oceanos: um problema que deve ser contido

Agora que você já sabe mais sobre a sobrepesca nos oceanos, fica mais fácil entender porque é importante conter esse problema antes que se torne irreversível. 

Gostou do artigo sobre a sobrepesca nos oceanos? Então, acompanhe o blog da Máfia do Mergulho para ler mais conteúdo como este. Até a próxima!

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin