Encontrar animais em apuros no lixo da praia se tornou uma situação cada vez mais comum. Apenas em 2018, foram resgatados cerca de 2,4 mil animais nas praias do litoral sul de São Paulo. Estes são dados do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS). 

Porém, ao serem encontrados muitos deles já estão debilitados ou mortos. Quando achados ainda com vida, a maioria das pessoas não sabem como proceder. Ou ainda, para quem recorrer nesses casos. Por isso, neste post iremos falar sobre que fazer ao encontrar um animais em apuros no lixo da praia.

Porque animais ficam em apuros no lixo da praia

Os motivos para que animais marinhos fiquem em apuros no lixo da praia são muitos. Mas de acordo com a ONG Guajiru e do Projeto Tartarugas Urbanas, as tartarugas marinhas e golfinhos são os mais afetados. E isso ocorre pela ingestão de resíduos plásticos, que faz causar a morte.

Mesmo o lixo plástico jogado nos centros urbanos é capaz de afetar animais marinhos. Afinal, boa parte desses resíduos ainda tem um descarte incorreto. E isso faz com que eles cheguem rapidamente aos mares e rios. Assim, mesmo sem saber, suas ações podem estar prejudicando a vida marinha. O que pode ocasionar ainda mais mortes de espécies que já são ameaçadas de extinção.

O tipo de plástico mais encontrado no interior de seu organismo são as sacolas plásticas. E elas são as responsáveis por fazer com que animais marinhos fiquem em apuros no lixo da praia. Isso ocorre porque eles acabam as confundindo com alimento. E o mesmo ocorre com cordas e redes de pesca. 

Animais em apuros no lixo da praia: o que fazer?

O que fazer ao encontrar animais marinhos nesta situação?

A atitude mais importante ao se deparar com animais marinhos em apuros no lixo da praia é manter distância. Essa é a recomendação dada pelo Instituto Biopesca. Além disso orienta que o animal não seja tocado por ninguém. Isso porque qualquer procedimento sem um profissional pode prejudicá-los ainda mais.

A melhor forma de trazer bem-estar aos animais de alto mar neste momento é evitando a interação. Caso isso não seja feito, eles ficarão mais estressados, o que pode ocasionar até mesmo um ataque. Também se está sujeito à transmissão de doenças de que eles possam ser portadores.

Após deixá-lo como está, o próximo passo é ligar para o Instituto Biopesca. Para isso, você pode utilizar os números 0800-642-3341 (horário comercial) ou 13 99601-2570 (ligação a cobrar/WhatsApp). Estes números foram coletados de seu próprio site de informações, que pode ser consultado aqui.

Agora que você já sabe o que fazer ao ver animais marinhos em apuros no lixo da praia, não deixe de repassar essa informação. Afinal, todos devem saber reagir a momentos como esses. Assim, preservamos a vida marinha e o bem-estar de nossas espécies. E lembre-se de sempre descartar resíduos sólidos corretamente para que episódios assim não se repitam!

Gostou de tudo o que leu até aqui? Então não deixe de nos contar o que achou em nossos comentários! Para continuar recebendo dicas e novidades sobre a preservação do meio ambiente, acompanhe as postagens feitas aqui em nosso blog.

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin