Saiba de que forma o aquecimento global afeta os oceanos

O aquecimento global é um fenômeno que há décadas está presente em nossas vidas, sendo reflexo direto da forma como exploramos o planeta e seus recursos naturais, ao passo que não adotamos medidas sustentáveis para amenizar os impactos gerados. 

Naturalmente, como reflexo desse processo nocivo ao meio ambiente, os oceanos são afetados. E justamente aí que está o problema, uma vez que trata-se do maior e mais diverso ecossistema do planeta, cuja função é vital para a manutenção na vida em toda Terra. 

Ou seja, alterações nos oceanos afetam, direta e indiretamente, toda a vida no mundo, o que somente ratifica a importância da preservação desse ecossistema através da diminuição do aquecimento global. 

Tendo tudo isso em mente, ao longo deste artigo falaremos mais sobre os impactos do aquecimento global nos oceanos, de modo a entender de que forma influencia nossas vidas a médio/longo prazo. 

Afinal, o que é aquecimento global?

Antes de mais nada, é extremamente importante sabermos o que é exatamente aquecimento global para que possamos ter uma real dimensão dos impactos causados nos oceanos. 

O aquecimento global nada mais é que o processo de aumento da temperatura média dos oceanos e da atmosfera da Terra. 

Aquecimento global e os oceanos: entenda a relação

O motivo para o surgimento desse fenômeno é explicado pelas massivas emissões de gases que intensificam o efeito estufa. Essas substâncias despejadas na atmosfera têm origem em atividades humanas, sobretudo as relacionadas à queima de combustíveis fósseis, desmatamento, entre outras.

Por fim, saiba que a Terra já aqueceu 1ºC, mesmo sendo considerado um número baixo, a princípio, saiba que os impactos já são sentidos, sobretudo por conta da multiplicação de fenômenos extremos, como tempestades, inundações, calor extremo e secas.

O Acordo de Paris de 2015 prevê que inúmeros países se comprometam a ajudar a amenizar os impactos do aquecimento global. Ainda sim, mesmo com os esforços, estima-se que o aquecimento seria de +3ºC – um número ainda alarmante, uma vez que o aumento de 1°C já causou impactos significativos no planeta.

Reflexo do aquecimento global nos oceanos

Os oceanos, diferentemente do que muitos pensam, sofrem bastante com o aquecimento global. Afinal, os impactos causados no maior ecossistema do planeta são tão graves e relevantes quanto o causado na atmosfera. 

Para termos ideia do tamanho do problema, tenha em mente que os oceanos cobrem 80% de toda a superfície do planeta. Logo, por consequência, quaisquer danos causados a eles acabam refletindo também nos 20% restantes. 

Saiba ainda que os mares são capazes de absorver mais de 90% do calor suplementar gerado pelos gases de efeito estufa gerados pelas atividades humanas. Como resultado, aumenta-se a temperatura nos oceanos. 

Esse aumento na temperatura gera diversos reflexos negativos, como derretimento das geleiras, aumento no nível da água, acidificação dos oceanos e risco de extinção à diversas espécies marinhas, o que acaba refletindo também nos seres vivos que dependem dos animais e habitats que estão em perigo de desaparecerem.

De acordo com a WWF, “dos arrecifes de coral aos mangues, passando pelas populações de peixes, as mudanças climáticas e as pressões humanas destroem rapidamente o capital necessário para a vida e os meios de subsistência de centenas de milhões de pessoas no mundo”.

Portanto, amenizar o aquecimento global significa também preservar os oceanos e, consequentemente, a vida humana. 

Aquecimento global e os oceanos: uma relação que impacta a vida humana

Agora que sabemos o que é aquecimento global e qual sua relação com os oceanos, fica mais fácil entendermos por que diminuir os efeitos dos gases estufa é tão importante para preservar o maior ecossistema do mundo e, claro, os seres humanos de um desastre ambiental irreversível. 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin