Entenda a gravidade do aumento de ruído nos oceanos e quais os impactos na vida marinha; conheça as soluções para esse problema

Plástico, metal, ferro, restos de redes de pesca, material tóxico…existem diversos poluentes nos oceanos que prejudicam a vida marinha. Contudo, existem um fator que pouco levamos em consideração muitas vezes: o barulho. 

O aumento de ruído nos oceanos está ligado às atividades humanas em alto mar, que acabam gerando barulho em demasia e colocam, consequentemente, em risco inúmeras espécies marinhas. 

Foi descoberto o aumento de ruído nos oceanos durante uma nova fase de uma pesquisa científica que avalia essa relevante questão. O estudo foi publicado na revista Science e serviu para alertar a respeito desse tipo de poluição sonora e suas consequências ambientais.

Além da exposição do problema, foi apresentado também qual a melhor solução para a resolução desse problema que vem afetando várias espécies marinhas. 

Essas e outras questões relevantes acerca do aumento de ruído nos oceanos você confere ao longo deste artigo. 

A importância do som nos oceanos

O som pode, em um primeiro momento, não ser uma questão relevante quando falamos em problemas ambientais nos oceanos. Entretanto, saiba que barulho interfere na vida marinha tanto quanto o lixo que jogamos nas águas. 

Aumento de ruído nos oceanos: conheça as causas e consequências

Alguns animais, entre eles as baleias, utilizam o som para geolocalização. Ou seja, seus hábitos, como encontrar alimentos e acasalar, são alicerçados no som que emitem. 

Portanto, qualquer barulho embaixo d’água irá reverberar a distâncias muito maiores do que pelo ar. Ainda que não persista no mar, o barulho que fazemos nos oceanos, provocado pela atividade humana, prejudicam a vida de muitas espécies de maneira imediata. 

Não à toa, locais com grande circulação de embarcações, especialmente navios de carga, afetam diretamente a vida das espécies que dependem do som para sobreviver, se comunicar, se alimentar, entre outras atividades. 

Solução para o aumento de ruído nos oceanos

Para identificar uma solução para esse problema ambiental, os cientistas analisaram mais de 500 estudos sobre poluição sonora no mar e propuseram medidas importantes visando restaurar o equilíbrio. 

Entre as alternativas mais eficientes está a elaboração de modelos de amortecimento que visam diminuir o barulho oriundo das ilhas de energia eólica e pelos ruídos da aquisição de dados sísmicos. 

Além disso, os pesquisadores creem que os navios devem ser projetados com sistemas que reduzam o som das hélices submarinas – responsáveis por 85% do ruído provocado por navios. 

Outra solução a curto prazo e mais imediata seria orientar embarcações a circularem em velocidades mais lentas, diminuindo o som emitido por elas, bem como proibir o tráfego em regiões mais sensíveis do ecossistema. 

Todas essas medidas, juntas, sem dúvida evitariam o aumento de ruído nos oceanos e preservariam as espécies impactadas pelos sons. 

É preciso conter o aumento de ruído nos oceanos 

Agora que conhece melhor sobre o aumento de ruído nos oceanos, sem dúvida fica claro entender por que é tão importante contê-lo, de modo a preservar as espécies que dependem do som para sobreviver. 

Gostou do artigo? Acompanhe, então, o blog da Máfia do Mergulho para ler mais conteúdo como este. Até a próxima! 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin