Saiba quais são as organizações que lutam pela preservação dos oceanos no Brasil e no mundo

Os oceanos, como todos devem saber, são ecossistemas extremamente importantes para o planeta. Tal importância, claro, é um fator que motivou a criação de inúmeras organizações que visam proteger e preservar aquele que é o mais vital ecossistema do mundo. 

O papel dessas organizações vai além de conscientizar, uma vez que também lutam efetivamente pela preservação dos oceanos, seja com ações diretas, como o simples ato de limpar uma praia, ou ações indiretas, como pressionar autoridades por mudanças em prol dos oceanos. 

Tendo em mente o quão essencial são essas organizações, no artigo de hoje listaremos algumas das instituições que lutam pela preservação dos oceanos no Brasil e no mundo. 

Sea Shepherd

Conheça algumas organizações que lutam pela preservação dos oceanos

A Sea Shepherd é uma das organizações mais conhecidas mundialmente, especialmente por atuar na proteção direta dos oceanos em todo o planeta. Fundada em 1977 pelo Capitão Paul Watson, a Sea Shepherd age de maneira direta no combate a crimes ambientais no oceano. 

Trata-se, portanto, de uma organização que tem como objetivo proteger a vida marinha e acabar com a destruição de habitats marinhos. 

Como diferencial, a Sea Shepherd utiliza táticas inovadoras de ação direta para defender, conservar e proteger a biodiversidade de nossos mares, aplicando as leis internacionais de conservação, patrulhando e chegando, às vezes, a enfrentar embarcações ilegais de caça e pesca. 

Greenpeace

Apesar do Greenpeace estar frequentemente associado a questões ambientais em terra, saiba que essa organização, uma das mais conhecidas no mundo, é ativa nas pautas e causas associadas aos oceanos. 

Quanto à história, o Greenpeace é conhecido por realizar ações não violentas, com criatividade e ativismo para denunciar as ameaças ao meio ambiente e pressionar empresas e governos a adotarem soluções que são essenciais para um futuro mais verde e pacífico.

O projeto e a criação do Greenpeace começou em 1971, quando um grupo de ecologistas, jornalistas e hippies zarparam do porto de Vancouver, no Canadá, rumo ao Ártico.

No que se refere aos oceanos, o Greenpeace tem hoje em dia três embarcações navegando pelos quatro cantos do planeta ( Rainbow Warrior, Arctic Sunrise e Esperanza). A história dos navios está diretamente ligada ao da organização, que se lançou aos mares para combater a realização de testes nucleares e a caça ilegal de baleias.

No Brasil, por exemplo, o Greenpeace foi responsável por criar campanhas de limpeza durante o derramamento de óleo nas praias do Nordeste, em 2019, que atingiu mais de mil localidades em pelo menos 130 municípios de 11 estados, entre Maranhão e Rio de Janeiro.

Oceana

A Oceana foi criada em 2001 por um grupo de fundações líderes em conservação – Pew Charitable Trusts, Oak Foundation, Marisla Foundation (anteriormente Homeland Foundation), e Rockefeller Brothers Fund.

Tais fundações financiaram um estudo que revelou que menos de 0,5% de todos os recursos financeiros utilizados por ONGs ambientalistas nos Estados Unidos eram destinados à conservação marinha. Isto é, até então, não existia nenhuma organização trabalhando exclusivamente para proteger e recuperar os oceanos em escala global.

De modo a preencher esse vazio, os fundadores criaram a Oceana: uma organização internacional focada exclusivamente nos oceanos, dedicada a promover mudanças mensuráveis.

Desde sua fundação, a Oceana já conquistou mais de 100 vitórias e protegeu mais de 2 milhões de quilômetros quadrados de oceano.

Máfia do Mergulho

A Máfia do Mergulho é uma das organizações que mais crescem no Brasil, lutando efetivamente por pautas de extrema relevância, como a limpeza de praias, o excesso plástico nos oceanos, a caça ilegal de golfinhos, o monitoramento submerso de óleo no nordeste e muito mais. 

Prova de que o trabalho da Máfia do Mergulho é sério está na parceria de sucesso com a Sea Shepherd Brasil, através de uma loja virtual com foco em adquirir fundos para causas em prol dos oceanos. 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin