O descarte de pilhas traz um grande risco à saúde humana quando não é feito da forma correta. Isso porque em sua composição são encontrados metais pesados e nocivos. Entre eles os conhecidos cádmio, chumbo e mercúrio. Assim, podem fazer com que desenvolvamos doenças como câncer e até mesmo mutações genéticas.

Quando perdem a utilidade, as pilhas devem ter um encaminhamento específico para não terem risco de contaminação. Porém, muitas pessoas não sabem onde precisam descartá-las. Com isso acabam indo para o lixo comum. Por essa razão neste post nós iremos mostrar a você como fazer o descarte de pilhas corretamente.

A importância de fazer o correto descarte de pilhas

Uma das principais razões para fazer o correto descarte de pilhas é devido ao seu grau de contaminação. Afinal, elas trazem um grande risco para o solo e aos lençóis freáticos. Assim, são capazes de tornar ambientes inférteis, o que impossibilita a criação de novas vidas ali.

Quando estão em funcionamento, as pilhas não representam nenhum tipo de risco. Porém, o verdadeiro problema está em quando param de funcionar e são descartadas da forma errada. Assim podem ser amassadas e estouram, deixando o líquido vazar em seu interior. Então se dá início à uma contaminação desenfreada na água e no solo.

Descarte de pilhas: como fazê-lo da forma correta?

Como posso descartá-las de forma consciente?

As pilhas levam em média de 100 a 500 anos para que se decomponham. Enquanto isso, passam muito tempo prejudicando a vida e o meio ambiente à sua volta. Por isso é tão importante saber como fazer o descarte de pilhas. A seguir, nós separamos alguns passos para você não errar na hora de jogá-las fora:

Em primeiro lugar, é necessário armazenar as suas pilhas sem utilidade em um local sem contato com outros materiais. Assim, você pode embalá-las em um saco plástico para que não haja risco de vazamentos ou de umidade. Após tê-las embalado, chegou a hora de conferir onde há postos de recolhimento mais próximos de sua casa.

Esta informação pode ser encontrada no site da Prefeitura do seu município, por exemplo. Além disso, o Artigo 33 da Política Nacional de Resíduos Sólidos obriga que os fabricantes criem sistemas e estruturas de logística reversa. Ou seja, o fabricante das pilhas que você adquiriu deve, obrigatoriamente, encontrar maneiras para reciclá-las.

Por fim, vale lembrar que todos nós somos responsáveis pelo descarte de pilhas de forma consciente. Afinal, todos nós as consumimos seja para controles remotos, video games ou brinquedos. Então, temos como igual responsabilidade contribuir para um mundo menos poluído. Portanto não se esqueça: sempre separe as suas pilhas para levá-las ao posto de recolhimento mais próximo. Ou, caso seja possível, poder enviá-las novamente ao seu fabricante.

Gostou de tudo o que leu até aqui? Então não deixe de nos contar o que achou em nossa caixa de comentários! Para que você possa continuar recebendo mais conteúdos sobre a preservação do meio ambiente, basta acompanhar as postagens feitas aqui em nosso blog.

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin