Como você pode salvar os oceanos com atitudes simples

Nossos hábitos, desde os mais simples até os mais complexos, têm impactos diretos sobre os mais diversos ecossistemas. Quando se trata dos oceanos, algumas simples atitudes podem ser decisivas para salvar os oceanos. 

Para quem ainda não tem conhecimento, os oceanos estão entre os ecossistemas mais afetados pela poluição, sobretudo pela falta responsabilidade socioambiental das empresas e pela ausência de hábitos mais sustentáveis das pessoas. 

Para se ter ideia, atualmente, cerca de 40% dos oceanos são considerados afetados por ações do homem, sobretudo o descarte irregular de lixo.

Por conta disso, tornou-se imprescindível conhecer dicas para ajudar salvar os oceanos – ou pelos menos diminuir os impactos e danos causados a eles. 

1) Diminua o consumo de garrafas plásticas

As garrafas plásticas estão entre as principais vilãs dos oceanos, sobretudo porque seu descarte irregular muitas vezes termina nas águas dos mares. 

Mesmo as garrafas descartadas nas grandes cidades podem ter como destino final os oceanos, sobretudo após inundações, chuvas e ventos fortes, que as carregam até rios e redes de esgoto, levando o plástico até os mares. 

Dicas para ajudar salvar os oceanos

Além disso, saiba que na maioria das vezes as garrafas plásticas não são recicladas no Brasil. Isso porque no país somente 3% de todo o resíduo que geramos tem um destino adequado e sustentável. 

Logo, diminuirmos o consumo de garrafas plásticas é uma medida acessível que faz toda a diferença para a preservação dos oceanos. 

Tenha em mente que o plástico, quando descartado de forma irregular, demora cerca de 450 anos para se decompor por completo. Nesse meio tempo, o plástico causa inúmero danos ao ecossistema, afetando a vida marinha de diferentes maneiras, desde a liberação dos microplásticos até a morte de animais. 

Por isso, evite o consumo desenfreado de garrafas de plástico, opte por garrafas reutilizáveis, sobretudo as feitas em inox, material 100% reciclável. 

2) Bitucas de cigarro somente no lixo

Milhões de pessoas fumam diariamente e jogam suas bitucas de cigarro em locais inapropriados. 

Assim como o plástico, eventualmente as bitucas chegam ao oceanos e causam danos irreparáveis. 

Os filtros de cigarro têm em sua composição uma quantidade enorme de substâncias químicas, que são capazes de dizimar milhares de peixes marinhos (bem como os de água doce). 

Portanto, caso você fume, mude seus hábitos e comece a descartar as bitucas em latas de lixo e não no chão da rua. Toda atitude, por mais simples que pareça, faz diferença. 

3) Consuma peixes e frutos do mar de maneira consciente

Com a demanda por peixes e frutos do mar crescendo exponencialmente a cada ano, locais de pesca estão entrando em colapso por causa de práticas pesqueiras não sustentáveis. 

Além disso, nos locais de pesca, muito lixo é jogado de maneira irresponsável, sendo responsável direto pela pesca fantasma

Por isso, recomenda-se, ao comprar peixes e frutos do mar, conhecer sua origem, de maneira a ter certeza de que se trata de um animal capturado ou criado de forma ambientalmente responsável.

Ou, ainda há a possibilidade de diminuir a quantidade de peixes e frutos do mar, de modo a evitar os problemas atrelados ao consumo indiscriminado. 

4) Diminua o carbono

Engana-se quem pensa que o uso de veículos movidos à gasolina ou álcool não afetam os oceanos. 

Isso porque os oceanos são capazes de absorver mais de 25% das emissões de dióxido de carbono que geramos. Como resultado, o processo de acidificação das águas marinhas entra em cena, ameaçando, assim, parte da biodiversidade presente nos oceanos. 

5) Passe longe dos descartáveis feitos de plástico

Assim como as garrafas plásticas, os descartáveis de modo geral, como copos, talheres e canudos, são itens com alta capacidade de poluir e causar grandes impactos ao oceanos. 

Devido ao consumo desenfreado, estima-se que cerca de 90% de todo o lixo flutuando nos oceanos é plástico.

Logo, torna-se extremamente importante diminuir o consumo de descartáveis, optando por alternativas mais sustentáveis. Isto é, produtos reutilizáveis. 

Salvar os oceanos: com dicas simples, é possível fazer a diferença

Agora que conhece as melhores dicas para ajudar salvar os oceanos, com certeza fica mais fácil contribuir com a preservação do maior ecossistema do planeta. 

Gostou do artigo? Então, acompanhe nosso blog para mais novidades. 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin