Saiba os motivos por trás da dificuldade em estudar e explorar o oceano

Apesar de conhecermos alguns importantes aspectos dos oceanos, uma coisa é certa: sabemos muito pouco sobre eles. O motivo para não ter total conhecimento acerca dos mares está ligado à dificuldade em estudá-los. Logo, muitas pessoas se perguntam “por que é tão difícil estudar e explorar o oceano”?

Existem diferentes respostas para essa pergunta, cada uma delas com um motivo em especial para sabermos tão pouco sobre este que é o maior e mais complexo ecossistema do mundo. 

Pensando nisso, ao longo deste artigo listaremos alguns dos principais motivos por trás da falta de conhecimento sobre os oceanos. 

O tamanho 

Sem dúvida, o tamanho dos oceanos é um dos principais motivos  – se não o principal – para não conhecermos por completo esse ecossistema. 

Tenha em mente que o oceano cobre mais de 70% da superfície da Terra e contém 97% de toda a água do planeta, o equivalente a 360 milhões de quilômetros quadrados.

Portanto, imagine o quão difícil é explorar uma área tão grande como esta, não é mesmo? 

Por conta disso, estima-se que conhecemos apenas 5% dos oceanos. Bem pouco, de fato. 

Pressão debaixo d´água

Outro motivo que dificulta estudarmos e explorarmos os oceanos está relacionado à pressão debaixo d’água. 

Entenda por que é tão difícil estudar e explorar o oceano?

Saiba que a pressão da água aumenta 1atm a cada 10 metros debaixo d’água. Em contrapartida, a média de profundidade dos oceanos é de 4 quilômetros, com pontos profundos que chegam a 11 quilômetros, como na Fossa das Marianas. 

Como é possível perceber, o nível de pressão nos pontos mais profundos dos oceanos inviabiliza o estudo e a exploração dessas regiões de maneira adequada. 

Consequentemente, há uma enorme dificuldade em conhecermos os oceanos e todos os mistérios que estão neles escondidos.

Escuridão e temperatura

Não é apenas a pressão que dificulta o estudo dos oceanos. A ausência de luz e as temperaturas baixíssimas são fatores que comprometem as pesquisas no fundo do mar. 

Inclusive, tais condições dificultam o funcionamento de equipamentos para estudo dos oceanos, tornando a tarefa de explorar o fundo das águas marinhas ainda mais complicada.

Portanto, a pressão, a escuridão e a temperatura dificultam o estudo completo dos oceanos. 

Nem tudo está perdido: a tecnologia está em nosso favor 

Apesar das dificuldades, estamos evoluindo constantemente no sentido de conseguirmos explorar os oceanos de forma eficiente. 

Prova disso é que, hoje, temos satélites que conseguem medir diversos parâmetros nos oceanos, tais como temperatura e fotossíntese.

Além disso, hoje em dia, através dessas tecnologias, é possível obter dados dos oceanos praticamente em tempo real, o que há anos atrás seria impensável. 

Então, temos um futuro muito promissor no que se refere ao estudo e exploração de todos os oceanos. 

Gostou do artigo sobre a dificuldade de estudar os oceanos? Então, acompanhe o blog da Máfia do Mergulho para ler mais conteúdo como este. Até a próxima!

.

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin