Os oceanos tendem absorver menos carbono no futuro; entenda os motivos

Os oceanos são ecossistemas que possuem diversas funções primordiais para o planeta, entre elas, a capacidade de absorver gás carbônico. Entretanto, essa função pode estar comprometida, à medida que estudos revelaram a possibilidade dos oceanos do mundo poderem absorver menos carbono.

O relatório divulgado pela Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) da UNESCO reúne uma série de informações a respeito do papel dos oceanos no ciclo do carbono, visando fornecer aos tomadores de decisão as informações necessárias para desenvolver políticas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas nas próximas décadas.

De acordo com especialistas, se continuarmos despejando toneladas e mais toneladas de carbono na atmosfera, – como esperado – é possível que parte do dióxido de carbono que o oceano anteriormente absorveu da atmosfera comece a ser liberado novamente.

Origem do carbono na atmosfera

Atualmente, os setores da indústria e transporte são os principais causadores da emissão do dióxido de carbono no mundo, contribuindo imensamente para o aquecimento global e suas consequências. 

Entenda por que os oceanos do mundo podem absorver menos carbono no futuro

Contudo, estamos falando de um processo que não é recente, uma vez que se iniciou na Revolução Industrial, período de grande desenvolvimento tecnológico que teve início na Inglaterra a partir da segunda metade do século XVIII (1760), espalhando-se posteriormente pelo mundo, causando grandes transformações.

Além disso, contribui também para o aumento de carbono na atmosfera o fato de utilizarmos de forma desenfreada os meios naturais, desmatarmos e queimarmos diversos ecossistemas. 

Ou seja, o excesso de carbono na atmosfera é um processo que deu início efetivamente há quase dois séculos, e vem sobrecarregando o meio ambiente desde então, inclusive os oceanos. 

Os oceanos e a absorção de carbono

Os oceanos são especialmente afetados pelo excesso de carbono liberado na atmosfera, sobretudo porque são capazes de absorvê-lo. Para termos ideia da importância do oceano, sem as águas marinhas, os efeitos dos gases estufa seriam muito maiores e, claro, as consequências seriam ainda mais severas. 

É sempre importante frisar que o fato dos oceanos absorverem o gás carbônico é algo bom, sendo este um processo natural e importante para o meio ambiente. 

Contudo, à medida que liberamos quantidades avassaladoras desse gás, os oceanos sofrem as consequências, já que não estão preparados para tamanha demanda. 

A partir da quebra dessa normalidade, da relação entre oceano e CO2, é que os problemas de verdade começam aparecer, 

Impactos do carbono nos oceanos

Como consequência de todo esse processo, os oceanos começam a mostrar sinais de desgaste de décadas e mais décadas absorvendo gás carbônico em excesso. 

Entre os impactos mais comuns, podemos destacar o fato de que o CO2 diminuir o pH da água. Logo, quanto menor o pH, mais ácida a água fica.

A acidificação é, então, um problema grave e cada vez mais presente, que compromete diversas espécies, desde animais marinhos até recifes inteiros de corais. 

De acordo com especialistas, o oceano já está 30% mais ácido do que antes da industrialização e, até o final do século, espera-se que possa estar até duas vezes mais ácido.

Os oceanos podem absorver menos carbono no futuro, e a culpa é nossa!

Agora que conhece mais sobre os oceanos, o CO2 e seus impactos nas águas marinhas, fica mais fácil entender porque, segundo o relatório da Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI), espera-se que o maior ecossistema do mundo comece a diminuir a capacidade de absorver o carbono.

Para Audrey Azoulay, Diretora-Geral da UNESCO, temos diante da gente uma oportunidade única de reunir todas as partes interessadas em torno de prioridades científicas comuns para fortalecer a ação sobre a mudança no ciclo de carbono do oceano.

Em suma, se não nos unirmos em prol da diminuição do carbono e da preservação dos oceanos, as consequências podem ser devastadoras. 

Gostou do artigo? Então, acompanhe o blog da Máfia do Mergulho para ler mais conteúdo como este. Até a próxima! 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin