Formas de salvar os oceanos que você provavelmente não conhecia

Conheça algumas maneiras de salvar os oceanos que você ainda não tinha conhecimento

Salvar os oceanos, atualmente, é uma pauta muito importante, à medida que nossos mares são destruídos sistematicamente através de hábitos danosos e insustentáveis. Diferentemente do que muitos pensam, é possível, sim, contribuir com a preservação desse ecossistema. 

Entretanto, com o objetivo de sair do senso comum, como evitar o consumo de plástico, não descartar resíduos no chão, rios e praias, listaremos ao longo deste artigo algumas das formas de salvar os oceanos que você ainda não conhecia. 

O objetivo é mostrar que é, sim, possível ajudar na preservação dos mares, mesmo com hábitos simples e mais sustentáveis. Confira. 

Evite comprar produtos que exploram a vida marinha

Essa primeira dica é bem simples e já ajuda bastante a salvar os oceanos. Isso porque alguns produtos podem ser bem nocivos e infligir danos a vários ecossistemas marinhos, como os recifes de coral, refletindo, posteriormente, nas populações de peixes local. 

Portanto, a dica é evitar comprar objetos como bijuteria de coral, produtos derivados do tubarão e acessórios de cabelo feitos a partir do casco da tartaruga. 

Medidas simples como essas podem, e fazem, toda a diferença na preservação dos oceanos e toda sua biodiversidade. 

Crie hábitos sustentáveis ao cuidar do seu animal de estimação

Sim, ter um animal de estimação pode, eventualmente, causar danos aos oceanos, de acordo com a forma que você cuida dos bichinhos. 

Por esse motivo, a dica é adotar hábitos sustentáveis nos cuidados com os animais. Por exemplo, opte por rações cuja produção respeite espécies de peixes e mariscos. Para obter esse tipo de informação, basta ler o rótulo da embalagem. 

Outra dica é JAMAIS jogar a areia do gato pela descarga, uma vez que ela pode chegar aos oceanos e causar graves danos, já que possui organismos patogênicos danosos à vida marinha.

Por fim, não coloque no aquário peixes de água salgada capturados na natureza. Não se esqueça também de nunca libertar um peixe de aquário nos oceanos ou em qualquer outro tipo de ecossistema, principalmente porque essa prática pode introduzir espécies nocivas ao ecossistema local.

Apoie organizações que cuidam dos oceanos

Medidas como seguir páginas que cuidam dos oceanos e ajudar na sua divulgação são bem importantes para ajudar na preservação.

Afinal, quanto maior for o alcance das páginas e organizações que ajudam a salvar os oceanos, mais pessoas serão conscientizadas. 

Formas de salvar os oceanos que você provavelmente não conhecia

É possível ainda ajudar esse tipo de organização de outras maneiras, como comprar seus produtos, ser voluntário ou até mesmo ajudar financeiramente através de doações, caso se sinta confortável. 

Tenha em mente que apoiar essas organizações pode ser fundamental para manter os oceanos saudáveis por mais tempo.

Informe as pessoas ao seu redor! 

Fazer a sua parte e alertar as pessoas em sua comunidade e grupo social pode também fazer toda a diferença. 

Quanto mais pessoas entenderem a importância de salvar os oceanos, maiores são as chances de evitarmos o colapso dos oceanos a médio/longo prazo, já que atualmente a tendência é essa, se não fazermos nada.

Formas de salvar os oceanos que você não conhecia: hora de colocar as dicas em prática! 

Conhecendo melhor algumas formas simples de como ajudar a salvar os oceanos, com certeza torna-se mais fácil contribuir e fazer sua parte na luta pela preservação desse rico e diverso ecossistema.

Para ler mais artigos como este, acompanhe nosso blog. Até a próxima!

 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin