Entenda mais sobre as consequências dos incêndios no pantanal

O Brasil é um país continental, geograficamente amplo, que abriga uma biodiversidade pouco vista em outras partes do planeta. Naturalmente estão espalhados por todo o território uma grande variedade de biomas, entre eles o pantanal, que vem sendo castigado por frequentes e incessantes incêndios. 

Os incêndios no pantanal, na maioria das vezes causado por ação humana, estão acabando com um dos mais tradicionais biomas brasileiros. Os impactos, claro, afetam todos nós, não apenas as populações e biodiversidade local. 

Todo e qualquer bioma cumpre um papel único e fundamental no meio ambiente. Portanto, qualquer dano causado reverbera diretamente em nossas vidas, seja na qualidade do ar, no clima ou até mesmo na esterilização de todo o ecossistema. 

Neste artigo, falaremos de forma mais aprofundada sobre os incêndios no pantanal, visando entender de que maneira a destruição desse rico e biodiverso bioma nos impacta. 

Incêndios no pantanal: o que está acontecendo? 

Os incêndios no pantanal de 2020 já são considerados os mais alarmantes e destrutivos em mais de 40 anos. 

Incêndios no pantanal: os impactos da destruição desse bioma

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) Prevfogo e o Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (LASA/UFRJ) estimam que mais de 2,5 milhões de hectares já foram devastados pelas chamas, que correspondem a 15% de todo o pantanal.

Além disso, as queimadas na região chegaram a incríveis 16 mil focos de incêndio, atingindo o recorde.

Entre os fatores que mais colaboram para o alastramento das chamas, destacam-se o clima seco, a demora para agir e combater o fogo, a falta de recurso, os incêndios criminosos, os ventos e o difícil acesso às áreas mais afastadas e isoladas.  

Naturalmente, um estrago tão grande em um dos mais importantes biomas brasileiros com toda certeza reflete de diferentes maneiras em nosso dia a dia. Portanto, entenda de que maneira os incêndios no pantanal impactam nossas vidas. 

Impactos dos incêndios no pantanal

O principal impacto está na biodiversidade local, que perde parte de sua fauna e flora, criando um ambiente estéril, sem vida. 

Com isso, corre-se o risco de dar início ao processo conhecido como desertificação, que consiste na degradação dos solos pela seca excessiva e pela rápida perda de nutrientes, resultando na formação de uma paisagem parecida com a dos desertos.

Para evitar esse cenário, é preciso que o fogo acabe e que as chuvas retornem antes que o processo esteja em estado avançado. 

Outro importante impacto relacionado às queimadas está ligado à fumaça gerada pelo fogo. 

As fumaças das queimadas já atingem cidades de todo o Brasil, afetando diretamente a qualidade do mar, com potencial para prejudicar à saúde humana.

Além disso, a fumaça muda o clima. Já existem relatos de chuva de tom escuro, bem como aumento do calor em regiões de todo o país. Tais condições podem ocasionar novas doenças ou piorar quadros de problemas já existentes.

Esses problema surgem à medida que as queimadas são capazes de liberar diferentes gases tóxicos, como óxido de nitrogênio, hidrocarboneto, monóxido de carbono e dióxido de enxofre, além de materiais particulados.

Por fim, tenha em mente que os incêndios alteram também outras questões ambientais, como a temperatura, que influencia diretamente na vegetação e animais da região, gerando reflexos imediatos, como o aumentado de insetos vetores de doenças, por exemplo – uma vez que a população de anfíbios e outros predadores foi comprometida. 

A importância de evitar novos incêndios no pantanal

Agora que conhece mais sobre os impactos causados pelos incêndios no pantanal, com certeza torna-se mais fácil compreender a importância de evitar novos incêndios, pois os danos podem ser irreparáveis. 

Gostou do artigo? Então, acompanhe nosso blog para mais novidades. 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin