Lixo biodegradável e consumo consciente

O lixo biodegradável é um dos principais focos quando falamos sobre consumo sustentável. Isso se deve a ele não ser considerado prejudicial ao meio ambiente. Afinal, decompõe-se mais rapidamente do que o lixo comum. Por isso atualmente encontra-se embalagens biodegradáveis em todos os segmentos do mercado.

Quando dizemos que o lixo é biodegradável, quer dizer que ele irá se decompor de forma orgânica. Ou seja, sem ajuda. Assim, pode trazer uma série de benefícios para o solo e a água. Mas você conhece os benefícios de optar por esse lixo? A seguir, iremos explicar tudo sobre como ele funciona e o que ele pode oferecer à natureza.

O que é o lixo biodegradável?

O lixo biodegradável tem este nome quando sua decomposição é feita naturalmente. Isto é, quando ele é destruído por agentes biológicos naturais como fungos, algas e bactérias. Assim o convertem em biomassa, dióxido de carbono e água. Com isso evita a poluição do solo e da água.

Geralmente as embalagens que geram esse lixo são de materiais biodegradáveis. Sendo assim têm em sua composição plástico ecológico ou bioplástico. E este é oriundo de resíduos vegetais como o amido de milho, cana-de-açúcar, soja e arroz. Isso tudo faz com que ele tenha a possibilidade de se reintegrar ao meio ambiente.

Mas para ser comercializado como um produto ecológico ele precisa seguir algumas normas. Portanto deve acompanhar os padrões estabelecidos pela ABNT e NBR 15448. Assim recebe um selo certificando-o como um material de origem ecológica. 

Lixo biodegradável e consumo consciente

Os benefícios deste tipo de lixo à natureza

Optar por produzir o lixo biodegradável traz benefícios muito claros. E eles incluem perspectivas de curto, médio e longo prazo. Isso porque a sua permanência no ambiente é muito menor quando comparada às embalagens não biodegradáveis. Assim, reduz a chance de contaminação do solo e água e o prejuízo de sua entrada na cadeia alimentar.

Os produtos não biodegradáveis contam com derivados do petróleo, que são muito nocivos à natureza. E, ao serem utilizados, acabam sendo descartados em locais como a rede de esgoto. Com isso poluem lagos, rios e oceanos. E, de acordo com o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), apenas 45% do esgoto é tratado.

Daí já se pode perceber o tamanho do prejuízo de apenas uma embalagem não biodegradável no ambiente. Ela irá para os mares, lagos e rios, contaminará a água e acabará com a vida existente. Segundo o analista de conservação da WWF, Vinicius Nora, acredita-se que cerca de 160 milhões de toneladas de plástico foram depositadas nos oceanos.

Como gerar mais lixo biodegradável?

Tendo em vista tudo o que falamos acima, são indiscutíveis as vantagens do lixo biodegradável. Sendo assim, o melhor caminho para gerar mais dessa forma de lixo em detrimento do lixo convencional são as boas escolhas. Isso quer dizer maior consciência tanto no momento da compra, quanto no de descarte.

Afinal, o consumo consciente é a forma mais garantida de termos um destino melhor ao lixo produzido no país. Com isso seremos recompensados com uma qualidade maior de vida. Além disso, deixaremos um importante legado para gerações sobre a preservação do meio ambiente como um todo.

Gostou de tudo o que leu até aqui? Então não deixe de nos contar o que achou em nossos comentários! Para continuar recebendo dicas e novidades sobre a preservação do meio ambiente, acompanhe nossos posts aqui do blog.

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin