O colapso dos oceanos pode acabar com o planeta em 25 anos: entenda o porquê

Entenda como o colapso dos oceanos pode acarretar com o fim do planeta em 25 anos

Quando falamos a respeito dos oceanos e sua preservação, estamos abordando um assunto extremamente importante e delicado, já que, se não fizermos nada para mudar o atual panorama, estima-se que em 25 anos poderemos ter o fim da humanidade, de acordo com Howard Dryden e Diane Duncan, pesquisadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia. 

É inegável que estamos explorando ao máximo os oceanos, sem qualquer responsabilidade ou sustentabilidade ambiental. Atividades como a pesca, a caça, a extração de petróleo e o descarte de lixo estão entre os responsáveis pela atual situação do maior ecossistema do planeta. 

Apesar de já termos conhecimento sobre esses problemas, será que de fato eles são o suficiente para acabar com os oceanos? É o que veremos a seguir. 

Afinal, por que os oceanos podem entrar em colapso e acabar em até 25 anos?

Em artigo publicado na revista científica SSRN, os pesquisadores afirmam que um dos responsáveis pelo colapso dos oceanos é a acidificação dos oceanos. O motivo está relacionado às mudanças profundas que acontecem no ecossistema marinho à medida que a água se torna mais ácida. 

É sempre importante dizer que a acidez nos oceanos é um dos efeitos colaterais mais perigosos, cuja origem está associada às emissões de gases de efeito estufa. 

Esse processo ocorre principalmente porque os oceanos absorvem grande quantidade de CO2. Conforme despejamos mais toneladas desse gás na atmosfera, mais os oceanos absorvem e acumulam, o que acaba tornando as águas mais ácidas.

O colapso dos oceanos pode acabar com o planeta em 25 anos: O colapso dos oceanos pode acabar com o planeta em 25 anos: entenda o porquêentenda o porquê

Engana-se, porém, quem pensa que somente os gases de efeito estufa são responsáveis por esse problema. Saiba que os plásticos e o lixo tóxico/químico que despejamos nas águas marinhas também são responsáveis por induzir a acidificação dos oceanos.

O grande problema é que até mesmo um ligeiro aumento na acidez pode causar um colapso na teia alimentar global, o que pode levar a humanidade a enfrentar uma grande devastação, tudo isso em apenas duas décadas e meia.

Como a acidificação dos oceanos pode afetar o planeta?

O processo de acidificação acontece principalmente por conta de pequenos seres vivos: os plânctons. 

Tenha em mente que um oceano mais ácido afeta principalmente os plânctons, que são a base da cadeia alimentar dos oceanos. Ou seja, sem esses pequenos seres vivos, os animais que se alimentam deles poderiam deixar de existir, gerando, assim, uma falta de alimento para todos os animais da cadeia alimentar.

E não para por aí, já que sem os plânctons os oceanos absorveriam menos CO2, o que tornaria a atmosfera do planeta consideravelmente mais tóxica, repleta de dióxido de carbono. 

Em suma, a acidificação dos oceanos pode acabar com os plânctons, causando a falta de oxigênio na atmosfera e ainda matando a vida marinha como um todo, desde baleias e aves até peixes.

Acidificação dos oceanos: um problema que deve ser evitado a todo custo

Agora que conhece mais sobre a acidificação e como ela pode culminar no colapso dos oceanos e fim do planeta em até 25 anos, sem dúvida fica mais evidente a importância da preservação do maior e mais importante ecossistema marinho.

Gostou do artigo? Então, acompanhe o blog da Máfia do Mergulho para ler mais conteúdo como este. Até a próxima! 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin