Saiba o que mais polui os oceanos; entenda os impactos do lixo

Os oceanos são os ecossistemas mais afetados devido nossos hábitos não-sustentáveis, que culminam na destruição sistemática dos mares e toda sua biodiversidade. Junto com essa constatação, uma pergunta provavelmente pode vir à tona: afinal, o que mais polui os oceanos? 

A resposta para essa pergunta não é tão simples, uma vez que os oceanos são poluídos de diferentes maneiras, por resíduos dos mais diferentes tipos. Entretanto, existem alguns tipos de lixos que causam impactos drásticos na vida marinha e seu ecossistema, os quais falaremos a seguir. 

Plástico

Sem dúvida alguma o plástico, hoje, é tido como o lixo que mais polui os oceanos, sobretudo pela quantidade de itens que são fabricados anualmente a partir desse material em todo planeta. 

Ao passo que o plástico é feito em quantidades assustadores, é também descartado irregularmente de maneira imprudente. 

O descarte do plástico, sem o devido fim, eventualmente culmina com sua chega aos oceanos, onde os impactos são assustadores. 

A princípio, o plástico é o material que mais polui os oceanos porque demora cerca de 450 anos para ser decomposto na natureza. 

Para termos uma ideia melhor da gravidade dessa constatação, é importante saber que o plástico sintético foi desenvolvido no início do século XX, tendo seu desenvolvimento acelerado registrado a partir de 1920.

Ou seja, os plástico desenvolvidos em 1920 que foram descartados irregularmente e acabaram nos oceanos, podem estar ATÉ HOJE em alto mar, em processo decomposição. 

Portanto, o plástico entre em um ciclo problemático, do momento em que aparece nos oceanos, até ser consumido ou ficar preso nos animais. 

Mais impactos do plástico nos oceanos

O plástico nos oceanos ainda é o responsável pelo surgimento dos microplásticos, que, como o nome sugere, consistem em pequenas partículas de plásticos que surgem a partir da sua decomposição. 

Essas partículas ficam nos oceanos e estão presentes em toda a cadeia alimentar, começando pelos plânctons e crustáceos, passando pelos pequenos peixes e terminando nos seres vivos que se alimentam deles, tais como mamíferos, peixes maiores, aves e, claro, seres humanos. 

Quando ingerido, os microplásticos podem causar inúmeros problemas, como doenças gastrointestinais e no sistema endócrino, além de outras situações que podem culminar até mesmo na morte. 

Equipamentos de pesca

Outro grande vilão dos oceanos são os equipamentos de pesca, que acabam por poluir tanto quanto os plásticos. 

O grande problema é que esses itens, como redes de pesca e demais acessórios, acabam culminando em um processo conhecido como pesca fantasma. 

A pesca fantasma nada mais é que a continuação da pesca por parte dos equipamentos, mesmo após serem descartados e sem qualquer uso. Isso porque a rede de pesca e outros acessórios podem ficar presos em animais, de modo a mutilá-los e, em vários casos, matá-los. 

Muitos pesquisadores, inclusive, acreditam que os equipamentos de pesca descartados são os principais vilões, à medida que são os resíduos mais encontrados nas conhecidas ilhas de lixo, que estão espalhadas em todo o planeta. 

O que mais polui os oceanos são os seres humanos!

Sem dúvida alguma os oceanos só estão poluídos devido às ações dos seres humanos, que acabam de alguma maneira sendo responsáveis pela chegada do plástico e dos equipamentos de pesca nos mares, destruindo-os juntamente de sua biodiversidade. 

Gostou do artigo? Então, acompanhe o blog da Máfia do Mergulho para mais novidades. Até a próxima! 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin