Poluição da água: principais causas, tipos e impactos na natureza

Entenda mais sobre a poluição da água, suas causas e impactos

A água é nosso maior bem, uma vez que sem ela não existiria vida no planeta. Mesmo com tamanha importância, pouco se faz para amenizar uma perigosa situação cotidiana: a poluição da água. 

Sem dúvidas um dos maiores problemas ambientais que presenciamos sistematicamente em todo o mundo está relacionado à poluição da água. 

Esse tipo de problema ambiental consiste na contaminação dos corpos d’água por elementos físicos, químicos e/ou até mesmo biológicos, cuja nocividade pode ser extremamente prejudiciais e nocivas aos organismos, à biodiversidade local e, sobretudo, para os seres humanos. 

Tenha em mente que a poluição da água possui diferentes causas, bem como diferentes tipos e impactos. Saiba, porém, que independentemente de tudo isso, uma coisa é certa: nós, humanos, somos os principais responsáveis. 

Principais causas da poluição da água

A poluição da água tem como origem duas diferentes fontes: as pontuais e as difusas. 

As fontes pontuais de poluição de água são as mais facilmente identificadas, à medida que poluem de maneira concentrada, em locais determinados, como valas e canos. Por exemplo, um empresa que despeja seu lixo diretamente na água é uma fonte pontual de poluição. 

Poluição da água: principais causas, tipos e impactos na natureza

Já a poluição difusa, ou poluição não pontual, é conhecida por estar relacionada à contaminação cuja origem é dificilmente identificada.

Isto é, a poluição das águas é provenientes de um ponto ou de uma geração específica, fazendo com que o controle e a identificação sejam muito mais difíceis.

A infiltração de agrotóxicos no solo, o descarte incorreto de substâncias prejudiciais ao meio ambiente e o lixo jogado nos córregos são apenas alguns exemplos.

Tipos de poluição das águas

Existem diferentes tipos de poluição das nossas águas. Ou seja, elas podem ocorrer de diferentes formas. 

Atualmente, os tipos de poluição se dividem em quatro diferentes modos: poluição sedimentar, biológica, térmica e química. 

A poluição sedimentar está relacionada diretamente ao processo de erosão e ao desmatamento, principalmente. Esse problema surge a partir do acúmulo de partículas em suspensão, que acabam interferindo no processo diretamente na fotossíntese, bloqueando os raios solares, e na capacidade dos animais de encontrar alimento.

Já a poluição biológica está ligada ao despejo de carboidratos, gorduras, proteínas, fosfatos e bactérias (como restos de alimentos, fezes humanas e detergentes)  na água, através dos conhecidos esgotos domésticos e industriais. O grande problema desse tipo de poluição é que podem ser direcionados diretamente à água ou podem se infiltrar nos solos, atingindo lençóis freáticos, aumentando os impactos causados. 

A poluição térmica é menos comum, já que ocorre quando a temperatura de um meio de suporte é aumentada ou diminuída, causando um impacto direto na população desse ecossistema, como a diminuição dos níveis de oxigênio na água e poluição térmica).

Por fim, a poluição química nada mais é que a contaminação ambiental gerada por produtos químicos. Esse tipo de problema pode ser intencional ou acidental, com impactos cumulativos que podem levar anos para serem sentidos.

A poluição oriunda de produtos químicos causa grandes danos à biodiversidade de rios lagos e oceanos, prejudicando todos os seres-vivos, inclusive nós humanos, ao consumirmos animais e água contaminada. 

Poluição das nossas águas: um problema a ser combatido

Agora que conhece mais sobre a poluição da água, sua causa, seus tipos e seus impactos, com certeza fica mais fácil compreender a importância de evitar a todo custo a poluição do nosso bem mais precioso. 

Gostou do artigo? Então, acompanhe o blog da Máfia do Mergulho para mais novidades. 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin