O relatório divulgado recentemente mostrou que mudanças profundas estão em andamento nos oceanos e no gelo da Terra

O aquecimento global é um processo que a maioria das pessoas conhecem ou, pelo menos, já escutaram. Por ser um problema de médio/longo prazo, a sensação é que ele não está presente em nosso dia a dia, tratando-se, assim, de algo distante. Porém, infelizmente, o aquecimento global chegou de uma vez por todas e prevê impactos severos no clima, nos oceanos e nas vida das pessoas. 

Segundo o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, em um novo relatório divulgado, os humanos estão aquecendo o planeta, provocando, dessa forma, mudanças rápidas na atmosfera, nos oceanos e nas regiões polares, aumentando também o clima extremo em todo o mundo.

Ainda de acordo com o IPCC, o aquecimento global é pior e mais rápido do que se esperava, já que por volta de 2030, dez anos antes do que se estimava, o planeta poderá alcançar o aumento previsto de +1,5 ºC na temperatura mundial, com riscos de desastres sem precedentes para o planeta e, consequentemente, para a humanidade, que já está afetada pelas ondas de calor e inundações.

Conheça o relatório do IPCC

O relatório divulgado pelo IPCC em 9 de agosto de 2021 é a primeira parte de seu muito antecipado Sexto Relatório de Avaliação. Nele, 234 cientistas de todo o planeta resumiram a pesquisa climática atual sobre como a Terra está mudando com o sistemático aumento das temperaturas e de que maneiras tais mudanças podem afetar o futuro da humanidade.

Relatório do IPCC revela mudanças profundas nos oceanos

O fato de ter sido antecipado uma parte do relatório é um sinal claro de que o aquecimento global e suas consequências estão mais perto do que se esperava. 

Isso porque os humanos produzem grandes quantidades de emissões de gases de efeito estufa, sobretudo por meio da queima de combustíveis fósseis, agricultura, desmatamento e decomposição de resíduos. Sexto relatório de avaliação do IPCC

Em suma,  segundo os especialistas do clima das Nações Unidas, não há outra opção que não seja reduzir de maneira drástica as emissões de gases de efeito estufa.

Entenda o cenário atual e as projeções

Os relatórios de avaliação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas analisam cinco cenários de emissões, do mais otimista ao mais pessimista. 

Em todos os relatórios divulgados, a temperatura do planeta alcançará o limite de +1,5 ºC em relação à era pré-industrial, tudo isso até 2030, dez anos antes do previsto nas estimativas de 2018. 

Além disso, estima-se que, antes de 2050, este limite será superado, chegando a +2 ºC se as emissões não forem reduzidas drasticamente.

Infelizmente, esses cenários, caso se concretizem, representariam o fracasso do Acordo de Paris, cujo objetivo era limitar o aquecimento global abaixo de +2 ºC ou, se possível, de +1,5 ºC.

O impacto nos oceanos

Uma coisa é certa: O nível global do mar está subindo a uma taxa acelerada desde cerca de 1970, sendo que no último século aumentou mais do que em qualquer século nos últimos 3.000 anos.

Esse processo evidencia uma perda acelerada da camada de gelo do planeta, processo este que contribui efetivamente para o aumento no nível do mar.

Na última década, o nível médio do mar global aumentou a uma taxa de cerca de 4 milímetros por ano. Como dito, dois fatores principais são responsáveis por esse fenômeno: o derretimento do gelo nas geleiras das montanhas e nos pólos e a expansão da água no oceano à medida que absorve o calor.

Desde a década de 1990 os mantos de gelo são os principais responsáveis ​​pelo aumento da taxa de elevação do nível do mar. Há evidências muito claras que relacionam o derretimento das geleiras e da camada de gelo da Groenlândia, bem como o aquecimento do oceano, à ações antropogênicas – de origem e influência humana 

O aumento do nível do mar está causando impactos – e causará muito mais- nas comunidades costeiras, incluindo a duplicação da frequência de inundações costeiras desde a década de 1960 em muitas regiões ao redor do mundo.

Gostou do artigo? Então, acompanhe o blog da Máfia do Mergulho para ler mais conteúdo como este. Até a próxima!

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin