Tirar o microplástico do mar: é possível?

Entenda como jovem irlandês pode ter encontrado a solução para remover o microplástico dos oceanos 

O microplástico é um resíduo que pode ser encontrado nos oceanos em quantidades assustadoras, uma vez que o plástico, material que dá origem a esse tipo de detrito, é encontrado em toneladas e mais toneladas no mar. Com o problema da poluição das águas marinhas batendo à nossa porta, uma pergunta sempre vem à tona: tirar o microplástico do mar é possível? 

Tenha em mente que o microplástico é um pequeno pedaço de plástico com medida inferior a 5 mm, que pode ser encontrado em forma de partículas minúsculas. Logo, remover trilhões de microplásticos do oceano, cuja extensão é de 72% do planeta, com certeza é uma tarefa quase impossível. 

Saiba, contudo, que há uma luz no fim do túnel, conforme foi descoberto que o magnetismo pode ser a chave para a solução desse problema. 

Entenda como o magnetismo pode ajudar a remover o microplástico

O jovem inventor irlandês Fionn Ferreira, antes mesmo de completar 12 anos de idade, encontrou o que parece ser a solução para o problema do microplástico nos oceanos. 

Tirar o microplástico do mar: é possível?

Fionn começou construindo seu próprio espectrômetro, um aparelho que mede a composição química de determinadas amostras e permitiu que ele pudesse observar a presença de microplásticos na água.

Logo depois, um fato chamou sua atenção: um respingo de óleo era capaz de atrair uma grande quantidade de microplásticos.

Contudo, para remover o microplástico do oceano, seria necessário espalhar óleo na água dos oceanos, o que claro, não é viável, muito menos benéfico. A solução foi misturar óleo com pó de óxido de ferro, criando o chamado ferrofluido.

Ao colocar ferrofluido na água, foi possível notar que os microplásticos presentes foram atraídos, de maneira que pudessem ser removidos totalmente da água por meio de um ímã. 

Como resultado, percebeu-se uma água pura, sem a presença de plástico, tampouco de ferrofluido. Ao todo, foram feitos 5 mil testes com esse procedimento, alcançando 87% de eficiência.

Como aplicar esse procedimento em larga escala? 

Em 2019, a invenção de Fionn foi apresentada em uma Feira de Ciência do Google, rendendo ao garoto seu primeiro prêmio e uma bolsa de estudos no valor de US$ 50 mil. 

Agora, o trabalho está focado em criar um dispositivo que use esse método de extração magnética para capturar os microplásticos à medida que a água flui pelo aparato. 

O objetivo é criar algo pequeno o suficiente para caber em canos d’água dos mais diversos tipos. Além disso, as pesquisas também estão voltadas em desenvolver um sistema para navios, a fim de que eles possam extrair o plástico dos oceanos enquanto navegam.

Atualmente, o projeto e pesquisa de Fionn é o que mais chega perto de oferecer uma solução consistente para o problema do microplástico nos oceanos. 

Gostou do artigo sobre se é possível tirar o microplástico do mar? Então, acompanhe a Máfia do Mergulho para ler mais conteúdo e notícias como esta. 

What's your reaction?
0Cool0Bad0Lol0Sad

Leave a comment

Bloomin
Bloomin